LEMBRETE

Este blog foi criado com a finalidade de ajudar aos meus alunos e aos curiosos da língua portuguesa do Brasil, aprimorarem seu aprendizado. Também, para compartilhar ideias e sugestoes de atividades com professores, porque sabemos como é difícil conseguir materiais autênticos e inovadores.
Lembrando que tudo que for postado aqui, deve-se respeitar o direito do autor, nao importa de quem seja, já que você achou legal compartilhar pode enviá-lo, que será BEM-VINDO!!!

PAINEL

Leituras

 Antes de escrever e falar, o ler!!!!

Espero que vocês copiem , colem, imprimam, leiam e deixem suas opinões, dúvidas sobre as expressões e os vocabulários que aparecem nos  resumos dos livros. Aos poucos vou postando os clássicos da literatura brasileira,  contos, crônicas, lendas, para que vocês possam conhecer mais um pouquinho desta cultura.

Aos pouco vou postando dicas de revistas sobre temas variados e jornais de diferentes lugares do país.
Deisy

Sites de Autores brasileiros

Jorge Amado 

Centenario de Jorge Amado ( español  






REVISTAS 
Visão Jurídica a revista para manter o advogado bem informado.


 Época Negócios    A revista que antecipa hoje as tendências que vão influenciar os mais diferentes campos: economia, administração, marketing, carreira, gestão, finanças, e sustentabilidade. Um guia indispensável para líderes que vivem no mutante e veloz mundo dos negócios.
Assine Revista Época Negócios

Época  toda semana, uma revista com o que há de mais novo em política, economia, comportamento, saúde e cultura. Abordagem inovadora, informações precisas, e espaço para todas as correntes de pensamento. Época fornece um jornalismo de primeira e dá ferramentas para que o leitor forme sua própria opinião.


Pequenas Empresas & Grandes Negócios  apresenta oportunidades de sucesso para novos empreendedores e traz reportagens que tratam do que existe de mais moderno em gestão, marketing, estratégia, finanças, tecnologia e internet, conectando você e sua empresa com o futuro.



EXAME , a revista de negócios mais lida e respeitada por quem toma decisão no país. EXAME seleciona e organiza todas as informações que você precisa saber para se atualizar e acompanhar o mercado.



VEJA 

Auto esporte  é a revista dos apaixonados por carros, seu estilo e desempenho. E dos que buscam a melho referência para a compra de um automóvel, além de informações sobre manutenção, segurança e acessórios. Todos os meses, traz as novidades do mercado, as notícias sobre lançamentos, testes e comparativos, e ainda preços de veículos nacionais e importados.


Galileu seleciona e traduz as mais inovadoras e relevantes ideias nos campos do comportamento, da ciência e da tecnologia, também acompanha os principais movimentos e tendências de consumo e traz histórias com personagens revolucionários e inspiradores.




Resumos dos clássicos da literatura brasileira  

 1) ESCRAVA ISAURA
 A história se passa nos primeiros anos do reinado de D.Pedro II, nos Campos de Goitacases, à margem do Paraíba, no Rio de Janeiro. Malvina é moça rica e senhora da casa, onde mora Isaura, a escrava, bela e jovem, de propriedade da sogra, fazendeira abastada que, antes de morrer, pede à nora para olhar e libertar sua escrava predileta, educada e tratada como filha pela velha senhora, mãe de dois rapazes, Leôncio e Henrique.
Malvina é casada com Leôncio, proprietário da fazenda, onde o casal vive. A jovem esposa havia sido prometida a Leôncio por acordo dos pais e o moço, um perdulário, esbanja a fortuna paterna. O sogro de Malvina, um comendador devasso e agressivo voltou os olhos para a mãe de Isaura, Juliana. Esta se apaixona pelo feitor da fazenda, Miguel, e desse encontro nasce Isaura. Enfurecido com o comportamento da moça, o comendador a submete a tamanhos maus tratos que a escrava falece, deixando a filha, educada pela patroa solitária.
Destino semelhante parece estar reservado a Isaura. Leôncio passa a perseguir a moça, cortejando-a para seduzi-la. Tal ousadia provoca ciúmes na ex-amante, a escrava, Rosa, que faz insinuações sobre o comportamento de Isaura para Malvina, tentando despertar ciúmes na patroa. No início Malvina resiste, porém acaba por acreditar em Rosa e Isaura é levada para a senzala, juntando-se às demais escravas. Dessa forma, fica mais próxima das atrocidades do patrão rejeitado.
Miguel, o pai de Isaura, resolve vir em socorro da filha, pois conseguira juntar os dez contos de réis, exigidos, na época, pelo comendador para a libertação da moça. Mas Leôncio se nega a entregar-lhe a filha, forçando-o a criar um plano de fuga para os dois. Fogem em um navio negreiro para o Recife, onde conseguem alugar uma chácara, afastada do grande centro. Vivem discretamente até que um jovem estudante de Direito, Álvaro, um liberal republicano, quase socialista e abolicionista exaltado, ouve Isaura cantando. Descobre a bela moça, que diz chamar-se Elvira e o pai, Anselmo. O rico rapaz, órfão, dono de uma fortuna de dois mil contos de reis, nem desconfia que a jovem, com uma pinta negra, no rosto, é uma escrava e apaixona-se perdidamente por ela.
Pai e filha são convidados por Álvaro para um baile e temerosos de levantarem suspeitas decidem ir à festa. Isaura está decidida a contar a verdade, mas diante de conflituosas considerações, desiste do intento. Na festa, todos só têm olhos para a bela acompanhante de Álvaro, mas Martinho, um dos convidados, soube, através de anúncio, impresso num jornal do Rio de Janeiro, da fuga de uma escrava e seu pai e daria recompensa de cinco mil contos de réis a ser paga a quem descobrir o paradeiro dos fugitivos. Imediatamente, relaciona pai e filha com os do anúncio e corre à polícia para dar queixa, retornando à festa para desmascarar ambos. A prova de que a moça é a escrava fugitiva é um sinal de queimadura que traz acima do seio.
Álvaro chama Martinho para um lado e, conhecendo o caráter do rapaz, oferece-lhe o dobro da recompensa para que desista da idéia e, diante de todos, afirme ter se enganado. Ele assim o faz. Entretanto, não abandona a idéia da captura. Escreve a Leôncio, dizendo que encontrou a escrava, mas o fazendeiro vingativo decide vir recapturá-la, enfrentando Álvaro que sai perdedor na contenda. Leôncio leva Isaura e o pai e, Martinho perde os dez mil contos de réis, enquanto Álvaro fica entregue ao desencanto.
O fazendeiro resolve se reconciliar com a esposa, por interesse monetário, pois sua fortuna vai mal e só Malvina pode salvá-lo da bancarrota. Afirma que dará liberdade à Isaura, conforme o desejo da mãe, desde que a escrava se case com o horrendo jardineiro anão, Belchior. Pretende deixar Miguel sob seu jugo, enquanto aguarda dias melhores para se aproximar de escrava, ao mesmo tempo em que satisfaz o desejo da esposa.
No dia do casamento, chegam senhores à porta e, Leôncio, certo de que se trata do juiz de paz, pede que chamem Malvina, Isaura, Miguel e Belchior para dar início à cerimônia. Surpreendentemente, é Álvaro quem se apresenta e comunica que tudo o que pertence a Leôncio passou às suas mãos, visto ter comprado todas suas dívidas. Portanto, Isaura, também, não é mais sua escrava. Oferece o braço à amada que clama perdão para os patrões. Leôncio, cego de ódio, diz que jamais viverá da clemência de Álvaro e, rapidamente, vai para o quarto ao lado de onde se ouve um tiro. Malvina, aterrorizada, cai; Leôncio estourou o crânio com um tiro de pistola.
Autor : Bernardo Guimarães

Lendas brasileiras

Boi Bumbá
Audio
A Natura apresenta cinco lendas da região norte do Brasil. A primeira delas é “A Lenda do Boi-Bumbá”, que existe em várias versões, desde o Maranhão e o Pará até o sul do país. Ouça a lenda na voz do contador de histórias Giba Pedroza, com trilha sonora de Ricardo Peninha.
No Brasil, existem muitas versões para as lendas que envolvem o Boi, o patrão e o empregado zeloso e sua esposa grávida que tem o desejo proibido de comer o fígado do Boi. Os personagens e o tema central alimentam o imaginário popular e servem de mote para muitos folguedos e festejos como o “Bumba-Meu-Boi”, muito presente em Pernambuco e no Maranhão, o “Boi de Mamão” em Santa Catarina e no sul do país e esta divertida versão do Boi Bumbá, presente na região norte do Brasil, que você ouve aqui.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...